Síndrome das Pernas Inquietas

Certa vez, quando eu estava no estágio da faculdade, durante a Anamnese a paciente me relatou que sentia "Agonia nas mãos e nos pés". Lembro de ter pensado "Ah, pronto! Agora lascou. Como é que trata isso!?" e hoje, diagnosticada com Fibromialgia, Artrite Reumatoide e sentindo agonia nas mãos, nos pés e na articulação temporomandibular, eu continuo sem resposta para a pergunta: Como é que eu trato isso?


Quem me vê de longe, com certeza deve achar que sou louca ou que usei alguma droga. Eu não sei descrever como é essa agonia, só sei que tem horas que ela fica insuportável e eu preciso me balançar. Então eu fico de pé e começo a me sacodir loucamente pois, de alguma forma que eu não compreendo, isso me alivia.


gif

Nem sempre sinto agonia nas mãos, nos pés e na (articulação temporomandibular) simultaneamente. Às vezes elas me agoniam de formas isoladas, por exemplo: estou deitada de noite e me dá uma agonia "crescente" e insuportável no pé que só alivia se eu chutar. Então eu fico chutando o vento (muito humilhante isso hahah) para passar OU....escravizar meu marido e fazê-lo apertar meus pés a noite toda (bem fofa e simpática, igual o GIF).


Outra agonia que me tira do sério e consegue alterar o meu humor é na ATM- articulação temporomandibular (eu acho esse nome tão chique). Sinto essa agonia somente do lado esquerdo, e ela só melhora se eu "deslocar"/estalar a mandíbula ou apertar os dentes. Em alguns dias isso é muito desgastante, porque no final da noite toda a musculatura está cansada.


Mas a agonia nas mãos...olha, eu nem sei por onde começar. Lembro que fui a um especialista em mãos aqui em Manaus e disse a ele que sentia agonia (morta de vergonha, é claro). Fizemos radiografia, tudo PERFEITO. Daí ele perguntou como era a agonia e eu expliquei que sentia necessidade de afastar os dedos, girar o punho e sacudir o cotovelo. Então, veio a parte mais humilhante: quando ele pediu para que eu mostrasse tudo isso para ele. Gente, a vergonha foi grande, mas só não foi pior que a sensação de pagar R$350,00 para o médico me perguntar "mas por que a senhora simplesmente não para de fazer isso?!", me dando vontade de perguntar "NOOOOOOOSSSSAAAA, como eu não pensei nisso antes!? É só parar de fazer! PRONTO! Resolvido o problema, vida que segue, tudo certo agora!". Só que não, né?


gif

Então é isso, amigos. Estou aqui, rindo da minha própria derrota, chutando o vento, estalando a boca, girando os punhos e sacodindo o cotovelo. E eu que lute! Hahaha! Abraços fraternos,

Luana Cardoso.